Pagamento de pensão alimentícia: esclareça as maiores dúvidas!

Você sabe como funciona o pagamento de pensão alimentícia? Então, aqui respondemos as principais perguntas sobre o assunto!

dinheiro-para-pagamento-de-pensao-alimenticia-7-dicas

Tem perguntas sobre o pagamento da pensão alimentícia? Confira as 7 maiores dúvidas sobre o assunto!

Realiza-se o pagamento de pensão alimentícia para cobrir gastos com saúde, educação, alimentação, transporte, vestuário e lazer, por exemplo. Além disso, o juiz fixa esse valor levando em conta o binômio necessidade x possibilidade, através de um critério de razoabilidade.

Você acabou de se separar? Então,  apostamos que sua mente está cheia de perguntas, como, por exemplo: como ficará minha relação com meus filhos? Eles vão sofrer? Como funciona o pagamento da pensão alimentícia?

Nesse caso, nós não podemos respondê-las, uma vez que dependem muito da sua situação. No entanto, podemos te ajudar com as dúvidas que você tem em relação à pensão alimentícia.

Ganhe tempo e solicite atendimento de um especialista para criar ou ajustar uma estratégia para seu caso. Clique aqui: https://forms.gle/A7nkJRzGMK27k1V46

A obrigação de pagar pensão é exclusiva do pai?

Então, a pensão alimentícia, normalmente, é paga pelo genitor que não é o guardião da criança. Além disso, ela serve para cobrir gastos com saúde, alimentação, moradia e educação, por exemplo.

Portanto, pagá-la não é uma obrigação exclusiva sua, como pai. Assim, caso seus filhos morem com você, sua esposa é quem terá a responsabilidade de pagar a pensão.

No entanto, lembramos que o juiz fixará o valor levando em conta as possibilidades financeiras dela.

Quem tem direito a receber a pensão alimentícia?

Quem tem direito a receber pensão alimentícia no Brasil:

– Filhos até 18 anos, ou até 24 anos se estiverem estudando.
– Guardião que se afastou do trabalho para cuidar dos filhos.
– Cônjuges ou companheiros necessitados.
– Pais idosos ou incapacitados do provedor.

Existe um valor mínimo ou uma porcentagem pré-definida para pagar a pensão alimentícia?

No ordenamento jurídico não existe um valor mínimo que você deve pagar de pensão.

Assim, a história de que o valor da pensão corresponderá sempre a 30% do salário também é mito. Desse modo, o que você pagará de pensão depende do binômio necessidade x possibilidade.

Portanto, o juiz levará em conta as necessidades dos seus filhos e as suas possibilidades financeiras. Além disso, a decisão será sob critérios de razoabilidade. Ou seja, ele avaliará a relação entre o quanto você pode pagar e o quanto seus filhos precisam.

É possível ser preso se parar ou atrasar os pagamentos?

Deixar de pagar a pensão ou atrasá-la pode fazer com que você seja preso, uma vez que este é um valor pago para garantir a sobrevivência de seus filhos.

Desse modo, essa é a única prisão por dívida que nosso Código Civil admite. Além disso, seus bens podem ser penhorados, para que a dívida seja paga. Ademais, seu nome pode ser inserido nos serviços de proteção ao crédito, por exemplo.

Até que idade deve-se pagar?

Algumas pessoas acreditam que, quando os filhos atingem a maioridade, elas automaticamente podem parar de pagar a pensão.

Contudo, isso não é verdade. Assim, você pode ser obrigado a pagar a pensão do seu filho mesmo que ele seja maior de 18 anos.

Entretanto, essa obrigação só é válida quando seu filho não consegue se sustentar sozinho ou arcar com seus estudos.

Além disso, esse pagamento se baseará no princípio da solidariedade familiar.

Portanto, lembre-se, você só deixará de pagar a pensão quando o juiz determinar, do contrário se tornará devedor.

O valor pode aumentar ao longo dos anos?

Se houver alguma mudança nos princípios que norteiam a fixação do valor da pensão, tanto você quanto sua esposa podem entrar com uma ação judicial solicitando a revisão do valor que é pago.

Desse modo, é possível que o valor da pensão diminua ou aumente com o passar do tempo.

Caso o alimentante esteja desempregado, deverá pagar pensão alimentícia?

pai-desempregado-preocupado-com-pensao-alimenticia

Está desempregado e não sabe se terá que pagar pensão alimentícia? Leia e descubra!

Mesmo desempregado, pode-se obrigar o alimentante a pagar pensão alimentícia. A obrigação persiste, mas ele pode pedir a revisão do valor na Justiça, mostrando que sua situação financeira mudou e não consegue mais pagar o mesmo valor. A Justiça então avalia e pode ajustar a pensão para um valor mais compatível com a nova situação financeira do alimentante.

Guarda Compartilhada x Pensão Alimentícia: é necessário pagar mesmo assim?

A guarda compartilhada não exonera o pagamento da pensão, uma vez que esse modelo de guarda diz respeito única e exclusivamente à tomada de decisões acerca da vida dos filhos.

Portanto, mesmo que a guarda seja compartilhada, ainda assim pode existir a obrigatoriedade do pagamento de pensão, já que são direitos (guarda x alimentos) que não se misturam.

É preciso contratar um advogado para dar entrada nesse processo?

Para solicitar ou alterar a pensão alimentícia, é necessário iniciar um processo judicial. Este procedimento legal assegura que os direitos e deveres se cumpram conforme estabelecido pela lei, e geralmente requer a orientação de um advogado especializado em direito de família.

Esses profissionais possuem o conhecimento específico para conduzir seu caso de forma eficiente e assegurar que se respeitem todas as normativas legais.

Entretanto, reconhecendo que nem todos têm recursos financeiros para contratar um advogado particular, existem alternativas para obter assistência jurídica gratuita.

Uma dessas opções é a Defensoria Pública, uma instituição que oferece representação legal a indivíduos que não possuem condições de pagar por um serviço privado. A Defensoria compõe-se por defensores públicos dedicados a garantir o acesso à justiça para a população carente.

Além disso, muitas cidades possuem faculdades de Direito que mantêm escritórios de prática jurídica, conhecidos como clínicas-escola. Atendem-se esses escritórios geralmente por estudantes do curso de Direito, supervisionados por advogados experientes, e oferecem serviços jurídicos gratuitos ou a preços acessíveis à comunidade.

Eles são uma excelente opção para quem busca assistência legal sem custos e também contribuem para a formação prática dos futuros advogados.

Portanto, ao buscar orientação para questões de pensão alimentícia ou qualquer outro assunto legal, considere todas as opções disponíveis para encontrar a ajuda que melhor se adequa às suas necessidades e recursos. A assistência jurídica é fundamental para garantir que se conduza corretamente o processo e para proteger seus direitos durante todo o procedimento judicial.

Um recado final para você.

advogados-especialistas-em-pensao-alimenticia-e-direito-de-familia

Contrate advogados especialistas em pensão alimentícia!

Entendemos que o processo de Pagamento de Pensão Alimentícia pode parecer difícil de entender. Mas você não precisa enfrentar isso sozinho.

Cada detalhe e cada passo são cruciais e, com a orientação certa, as suas chances de mudar de vida podem aumentar absurdamente.

Agora é o momento de agir! Não deixe suas dúvidas e incertezas comprometerem o seu futuro.

Ainda está com dúvida? Entre em contato via WhatsApp com nosso renomado especialista em Direito de Família.

Estamos prontos para oferecer uma orientação precisa, efetiva e profundamente humanizada, adequada ao seu caso específico.

Lembre-se, cada momento conta e a ajuda de um especialista está ao seu alcance agora mesmo. Não perca tempo, entre em contato e comece a construir um futuro melhor com a nossa ajuda personalizada!

______________
Artigo de caráter meramente informativo e escrito pelo escritório Valença, Lopes e Vasconcelos Advocacia Cível e Criminal inscrita no CNPJ nº 31.176.249/0001-86 e Registro OAB: 3996/BA.

5/5 - (11 votes)
  • VLV Advogados

    👨🏻‍💻 Advogados Especialistas em Diversas áreas do Direito;
    🌎 Mais de 10 anos de atuação e mais de 5 mil cidades atendidas;
    👩🏻‍💼 Atendimento humanizado e ágil de forma online e presencial;
    💙 Somos humanos, somos VLV.

Olá, tudo bom?
Fale conosco no WhatsApp! Rápido e seguro.
Fale Conosco
error: Content is protected !!